Amor Inabalável

de Henry Blackaby

 



 

O SENHOR me disse: “Vá, trate novamente com amor sua mulher, apesar de ela ser amada por outro e ser adúltera. Ame-a como o SENHOR ama os israelitas, apesar de eles se voltarem para outros deuses e de amarem os bolos sagrados de uvas passas”. Oséias 3:1

Nenhum ser humano pode compreender o amor de Deus por seus filhos! Nossa experiência limitada de amor humano nos impede de entender o amor incondicional que Deus tem por nós. Podemos ver um retrato deste amor na vida de Oséias.

Oséias era um homem justo, mas, Deus o mandou casar com uma mulher pecaminosa. Oséias obedeceu e tomou Gômer como sua esposa. Ele estimou ela e a tratou com respeito e dignidade. Nunca antes Gômer havia experimentada este tipo de amor, mas, logo ela ficou insatisfeita.

Ela começou a entregar seu afeto a outros homens. Ela ficou tão envolta em relações adúlteras que ela abandonou Oséias completamente. Outros homens usaram ela até que ela não tinha mais nada para dar. Daí, eles venderam ela para a escravidão.

Depois disso, Deus deu a Oséias uma ordem surpreendente: “Vá, e compre ela de volta.” Apesar da dor intensa e da mágoa que Gômer havia imposta nele, Deus disse para Oséias perdoar ela e para pagar qualquer preço para levar ela de volta ao seu lar.

A mensagem de Deus é clara: Quando nós O rejeitamos e tornamos nossa devoção outras coisas, nossa rejeição carrega a mesma dor que uma traição adúltera. Depois de tudo que Deus tem feito por nós, é incompreensível que nós poderíamos rejeitá-Lo.

É ainda mais difícil compreender que Deus pode nos amar, mesmo depois que temos rejeitado, ignorado, e desobedecido a Ele. No entanto, o amor de Deus é completamente diferente que o nosso. O amor dEle nos segue até as profundezas do nosso pecado, até que ele tenha nos resgatado.

O amor dEle é inabalável, mesmo quando corremos dEle, Ele continua a nos procurar. Quão incrível o amor que Deus tem demonstrado por nós!


Veja a imagem especial de Oséias 2:19-20 http://www.iluminalma.com/img/il_oseias2_19-20.html
Veja também de Henry Blackaby "Obediência" http://www.iluminalma.com/vec/1211/08-obediencia.html

  Copyright © 2013 Henry Blackaby. Todos os direitos reservados.