A Promessa da Páscoa

de Dennis Downing

 



 

Jesus disse: —Não se abalem! Continuem confiando em Deus e continuem confiando em mim. Na casa de meu Pai há muitos cômodos. Se não fosse assim, eu já lhes teria dito, pois vou preparar um lugar para vocês. Depois de ir e preparar lugar para vocês, eu voltarei. Então levarei vocês comigo, para que possam estar onde eu estiver. João 14:1-3 VFL

v.3 "Depois de ir e preparar lugar para vocês, eu voltarei. Então levarei vocês comigo, para que possam estar onde eu estiver."

Jesus fez várias promessas durante sua vida.

Ele prometeu perdoar nossos pecados.
Jesus prometeu nos dar uma nova vida.
Ele prometeu dar a seus seguidores o Espírito Santo.

Jesus fez várias promessas boas para nós.

Mas, também, ele fez várias promessas sobre ele mesmo.
Ele prometeu que certas coisas iam acontecer com ele.
Só que, a maioria destas promessas era de coisas terríveis de muita dor e sofrimento.

Jesus prometeu que seria traído. (Lc 22:22; Mc 14:18)
Jesus prometeu que seria escarnecido, ultrajado, que iriam cuspir nele. (Lc 18:32)
Ele prometeu que seria açoitado. (Mt 20:19)
Jesus prometeu que seria crucificado. (Mt. 26:2)

Se você parar para pensar, estas promessas são promessas estranhas. Normalmente prometemos coisas boas.

Você promete brincar com seu filho depois do almoço no sábado.
Você promete a sua esposa que vai concertar aquela porta ou janela quebrada.
Você promete a seu chefe que vai alcançar aquela meta.
Você promete a sua mãe que vai conseguir aquela nota na escola.
Você promete seu amigo devolver aquele dinheiro emprestado.

Normalmente, promessas são de coisas boas. E, quando prometemos coisas ruins – é para os outros.

Um menino na escola leva uma tapa de um colega.
Ele promete se vingar.

Um homem é insultado por outro.
Ele promete dar o troco.

Uma mulher é ofendida pela vizinha.
Ela promete “Você vai pagar por isso.”

E assim vai.
Quando nós fazemos promessas de coisas ruins, de sofrimento, de fazer alguém “pagar” – é para os outros.

Prometemos que quem vai sofrer é o outro.

Mas, não foi assim com Jesus.
Jesus prometeu coisas duras, de muito sofrimento para si mesmo.

Note como Jesus fez cumprir todas essas promessas:
Marcos 14:18 Quando estavam à mesa e comiam, disse Jesus: Em verdade vos digo que um dentre vós, o que come comigo, me trairá.

Já pensou?
Jesus prometeu – "Eu vou ser traído por um de vocês".

Ele estava falando com seus inimigos?
Eram pessoas que ele havia prejudicado?

Não. Eram seus melhores amigos.

** Você já foi traído por um amigo ou parente?
É uma das piores sensações que um ser humano pode sentir.

Essa promessa de Jesus foi cumprida? - Foi, e como!
Jesus foi traído por Judas Iscariotes, um dos seus amigos, um homem da confiança dele.

Lucas 18:31-32 Tomando consigo os doze, disse-lhes Jesus: Eis que subimos para Jerusalém, e vai cumprir-se ali tudo quanto está escrito por intermédio dos profetas, no tocante ao Filho do Homem; pois será ele entregue aos gentios, escarnecido, ultrajado e cuspido;

A versão Fácil de Ler diz “estes vão zombar, insultar, e cuspir nele”

** Alguém já zombou de você?
Já foi insultado alguma vez?
Alguém já cuspiu no seu rosto?

Imagine você prometendo aos seus melhores amigos – tudo isso vai acontecer comigo na próxima Sexta Feira.
A promessa foi cumprida? - Foi.

Jesus foi traído, entregue aos líderes religiosos.
Estes bateram em Jesus e zombaram dele.

Depois o entregaram à tropa de choque dos soldados Romanos.
Estes cuspiram no seu rosto e bateram mais nele.

Foi uma promessa de muito sofrimento e dor.
Mas, Jesus cumpriu esta promessa também...
Veja o resto de A Promessa da Páscoa


Veja mais pregações, reflexões e ilustrações sobre a Páscoa.

  Copyright © 2013 Dennis Downing. Todos os direitos reservados.