Cedendo à Tentação

de Edward Fudge

 



 

O pecado não os dominará, porque vocês não estão debaixo da Lei, mas debaixo da graça. Romanos 6:14

Suponhamos que você entende que a tentação é perigosa, que o maléfico é astucioso e que você não pode vencer o pecado pela sua própria força. Você sabe que Jesus morreu - colocando-O além do alcance e do poder de Satanás - e que Ele ressuscitou da morte com uma vida poderosa numa nova dimensão.

Você sabe que aos olhos de Deus você também morreu e ressuscitou porque Jesus lhe representou e porque Deus lhe vê "em Cristo".

Finalmente, você lembra de Romanos 6 que, em qualquer momento de tentação, quando Deus e Satanás lhe chamam a coisas opostas, você pode dizer "Não" a Satanás e sair ileso, se você ao menos entender que tudo isso é verdade, e daí render seu corpo a Deus e não a Satanás.

Sabendo tudo isso, vem uma tentação e você resolve não resistir, mas, peca. Você fica envergonhado, triste, decepcionado consigo mesmo. E você se pergunta, como é que Deus pode lhe perdoar pelo que, agora já é a quinquagésima vez?

A essa altura, está na hora de lembrar estas palavras de João "Assim... tranqüilizaremos o nosso coração diante dele quando o nosso coração nos condenar. Porque Deus é maior do que o nosso coração e sabe todas as coisas." (1 João 3:19-20 NVI).

O que é que Deus sabe nesta situação? É verdade, que Ele conhece nossa fraqueza, nossas tentações e as nossas circunstâncias especiais. Mas, isso tudo é secundário. O que importa é que Ele sabe disso: Jesus é o sacrifício redentor pelos nossos pecados; que Deus perdoou os nossos pecados pelo nome dEle; e que nós habitamos nEle e Ele em nós (1 João 2:2, 12; 4:13-16).

Podemos esquecer estas coisas momentaneamente, ou esquecer sua importância. Mas, Deus não esquece. E quando lembramos o que Deus nunca esqueceu, nossos corações são tranquilizados.

Martin Lutero uma vez disse que ele estava feliz porque a Bíblia não dizia que Jesus morreu por Martinho Lutero, pois, assim ele passaria o resto da sua vida querendo saber se havia outro homem chamado "Martinho Lutero". Ao invés disso a Bíblia diz que Cristo morreu por pecadores (Romanos 5:8). É muito melhor saber isso, disse Lutero. Lutero não tinha dúvida de que ele era pecador, e baseado nisso ele sabia que Cristo morreu por ele.


Veja também "Vitória Sobre o Pecado"
.

  Copyright © 2013 Edward Fudge. Todos os direitos reservados.